27 agosto 2018

Araxá é um encanto!

Pensa numa cidadezinha gostosa, que ao chegar você se sente abraçado, aconchegado,... em casa mesmo!

Foi assim que me senti em Araxá, que fica aqui em Minas mesmo! {Está localizada na microrregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba}

Já há algum tempo, eu e meu esposo tivemos a ideia de levarmos as crianças para conhecerem mais nosso estado (tão lindo e encantador! Acelera nossos corações!), a intenção é de conhecermos mais da nossa própria história, flanarmos pelas cidades, incluir em nossos roteiros visitas a museus, praças, parques, mercados (melhor lugar para apreciar a gastronomia, né mesmo!) e o que mais atrair nossos olhares. 

Nosso estado é gigante! De história, de cultura, de inspirações e de municípios também (e como temos! São 853! :o É o estado brasileiro com mais municípios). Pra uma família viajante é um prato cheio.

Para as férias de julho, a escolhida foi a charmosa Araxá, que já tem lugar cativo em nossos corações. A estrutura da cidade nos chamou atenção... ruas largas, arborizadas, muitas casas, praticamente não vimos prédios, é tudo planinho (beeem diferente da minha querida Manhuaçu, que está cá no leste de Minas, no lado oposto ao Triângulo, e que é pura ladeira, rsrs).

Sempre (sempre mesmo!) incluímos visitinhas crafts nas viagens (pra minha felicidade, todos aqui curtem ir comigo! Eeeee). Na cidade, respiram arte e artesanato! O trabalho artesanal tem lugar cativo, em seus doces e queijos (dá pra falar em outro post, de tão bons!), bordados, produções em teares, e são estas que gostaria de contar aqui pra vocês.

Cheguei como mineiro chega né gente, de mansinho, rsrs... pra visitar a Fundação Cultural Calmon Barreto (e ó, vale dar um google aí, porque ele foi peça importante nas artes! Tem museu que conta sua história e com diversas obras em telas, esculturas, aquarelas, desenhos,... ele é demais!). Fui bem intencionada atrás da Fundação, porque já tinham me contado que lá fica o Ateliê de Tecelagem \o/

Que lugar incrível! Pessoas incríveis trabalham lá e me apresentaram com tanto carinho o trabalho que realizam!

Pasmem: para que um tapete seja feito, o processo se inicia com a lã bruta, isto mesmo, elas preparam desde o fio até tecer nos teares. Fiquei encantada e registrei tudinho pra mostrar pra vocês! Confiram!

Quem nos apresentou todo o processo foi a D. Irene, que já já vocês vão conhecê-la, ela é a responsável pelos acabamentos das riquezas!

Lã de carneiro chega bruta após a tosa, é colocada para secagem

Encaminhada para dar início ao processo de sua modificação

D. Aparecida realiza o trabalho de cardar a lã,
movendo estas duas escovas, ela a "penteia"
 
A lã fica penteadinha assim!

 
Esta é a D. Irene, mostrando como a lã é colocada no tear
para ser transformada em fio

Incrível como ele é antiguinho e trabalha muito bem até hoje!
  
As lãs são trabalhadas nos tons naturais dos carneiros
e podem passar por tingimento,
para que as tecelãs tenham mais variedades de cores para trabalhar

Esta preciosidade é um Tapete Killim Persa, inacreditável!
Feito com a lã de carneiro!
 
D. Regina na produção no tear

 
Olha a alegria de D. Lena, ela com todo o cuidado realiza o descochar a lã
(acho que falei certinho, rsrs), que é tirar os grumos dos fios,
tornando-os mais uniformes

D. Carminha está produzindo jogos americanos

D. Irene faz macramê para deixar as peças com um acabamento impecável!

Tear Mineiro
  
Guardanapos

Passadeiras

Os teares mineiros em que as tecelãs trabalham têm mais de 100 anos, são realizadas manutenções sempre que necessário, funcionam fazendo estas lindezas para casa e também fazem mantas para bebês.

Fernanda (coordenadora do ateliê) nos informou que os produtos são confeccionados com lã de carneiro (que passa por este processo que mostrei) e fios 100% algodão. 

O Ateliê de Tecelagem faz este trabalho maravilhoso de manter a tradição em Teares Mineiros, faz com que este ofício milenar tenha uma visão moderna através de seus produtos.

Sou encantada com processos! E poder acompanhar do princípio ao fim como a lã é transformada foi emocionante! Sou muito grata às senhoras tecelãs que nos receberam e apresentaram com tanto entusiasmo o seu fazer.

São incríveis as possibilidades que surgem quando envolvemos mãos e matéria prima!
Até a próxima viagem!
Com carinho,
Renata

Jogos americanos e Porta Petiscos
________________
Fundação Cultural Calmon Barreto - Araxá / MG
     Ateliê de Tecelagem   

  Pça Arthur Bernardes, 10 - Centro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...